4 tipos de pedras preciosas para fazer joias

Conheça também 5 tipos de pedras naturais encontradas no Brasil que são amplamente utilizadas para a confecção de semijoias.

As pedras preciosas, também conhecidas como gemas, são extremamente cobiçadas por apreciadores de joias, devido a sua beleza e valor, que são realmente impressionantes. O valor atrelado a uma pedra para joias está relacionado a questões comerciais, como raridade da gema e dificuldade para extraí-la, e não necessariamente a sua beleza.

Entre os tipos de pedras preciosas mais cobiçadas e utilizadas para a confecção de joias, se destacam as 4 seguintes:

Diamante

Se trata do material mais duro encontrado na natureza e para que o carbono adquira tais propriedades é necessária uma combinação de calor e pressão exorbitante, por isso são extraídos de minas que em algum momento estiveram submersas em um oceano de lava.

Rubi

A segunda gema mais dura da natureza, o rubi possui um tom entre roxo e vermelho, muito utilizado para simbolizar o amor e paixão, por isso é comumente utilizado em anéis de noivados e presentes românticos.

Esmeralda

A mais nobre variação do mineral berilo, ainda que se trate de uma pedra para joias, o seu valor costuma sofrer muitas variações devido à quantidade de inclusões em sua gema, pois não é uma pedra de grande dureza.

Turmalina

Com uma elevada quantidade de cores e tons possíveis, a turmalina encontrada no Brasil, também conhecida como turmalina paraíba, é considerada uma das mais raras, por isso, tem o valor mais elevado de todo o mundo.

Além da pedra para joias, também existem gemas naturais utilizadas para a confecção de semijoias, dentre as quais, no Brasil, as mais comuns são as seguintes:

  • Ágata – Pedras encontradas em diversas cores, no entanto, suas cores naturais geralmente são mais pálidas e cinzentas, mas por meios artificiais podem adquirir colorações diferentes e tonalidades brilhantes;
  • Ametista – A mais antiga das pedras preciosas que se possui registro, utilizada como pedra para joias há mais de 25 mil anos e tem como principal país produtor no mundo, o Brasil;
  • Citrino – Popularmente conhecido como o irmão da ametista, o citrino oferece uma variação maior de cores e tons, normalmente variando entre laranja, amarelo, castanho amarelado, vermelho amarronzado e conhaque;
  • Quartzo Fumê – Uma das pedras preciosas mais escuras que se tem conhecimento, se trata da gema que, durante séculos, foi a mais procurada e extraída em todo o Brasil, devido a sua grande abundância por aqui;
  • Rutilo – O antigo ditado de “nem tudo que reluz é ouro, pode ser rutilo” se deve, pois antes de ser extraído da natureza, a pedra incrustada se assemelha ao valioso metal dourado, devido aos seus fios de aparência dourada, que lhe concedem um aspecto único.

Agora que você conhece um pouco mais sobre as pedras preciosas mais utilizadas para fazer joias, assim como as pedras naturais usadas para as confecções de semijoias, confira as belas opções disponíveis na Toque de Joia, que além de uma seção que dispõe de colares de pedras, também conta com opções de colares lisos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima