De onde são retiradas as pedras naturais?

Confira como se formam as pedras naturais utilizadas na confecção de joias.

As pedras naturais utilizadas para embelezar joias e acessórios de todos os tipos, necessitam de uma combinação perfeita de elementos e uma série de processos geológicos, que alteram a temperatura e pressão de uma região, propiciando assim o surgimento das pedras preciosas.

Basicamente, existem três tipos de rochas presentes na terra, que podem ser compreendidas também como três estágios distintos de um ciclo de formação, tendo em vista que, com as condições corretas, uma pode se transformar na outra, sendo elas a ígnea, metamórfica e sedimentar.

A rocha ígnea é formada por magma ou lava, enquanto as metamórficas surgem devido a calor e pressão, sem derreter novamente, enquanto as sedimentares são criadas com resíduos de outras rochas e matéria orgânica dissolvida em água.

Onde são encontradas as minas de pedras naturais?

Como o processo de criação de pedras naturais ocorre em todo o planeta, é possível encontrar as mais distintas gemas em todo o lugar, no entanto, devido a necessidades distintas, algumas são formadas em uma região e outras em locais distintos.

Em um exemplo mais claro, o diamante é formado inteiramente de carbono, submetido a pressões extremas, e necessita de uma abundante quantidade de massa e calor para tal condição geológica. Por isso, não costuma ser encontrado na superfície terrestre, e sim em oceanos subterrâneos de magma.

No entanto, é possível encontrar diamante, ainda que raros, mais próximo a superfícies e sem a presença de lava devido às mudanças da terra durante a sua existência.

Já o quartzo, sendo muito mais comum que os diamantes, é formado a partir da evaporação de água contendo átomos de silício. Logo, é facilmente encontrado em veios de água na superfície terrestre, sem a necessidade de cavar extensas minas para extração no interior da terra.

Ou seja, há pedras naturais e belas por todas as partes, no entanto, o valor de cada uma é definido segundo uma série de fatores, mas principalmente a sua raridade, que, neste caso, se define muito devido a sua dificuldade de extração da natureza.

É importante ter em mente que algumas pedras naturais eventualmente se transformam em outras, ou seja, se trata de um processo que ocorre em etapas distintas. Por exemplo, pequenas alterações e mais tempo de formação são necessários para a formação de um diamante conhecido como Pink Star, de coloração rosa e extremamente raro, e, do mesmo modo, diversos outros tipos de pedras naturais.

É importante ressaltar que, além das pedras criadas em processo geológicos, também existem gemas de origem orgânicas, confeccionadas por seres vivos e extraídas das minas, mas que também são classificadas como minerais, das quais o exemplo mais comum e usual são as pérolas.

Agora que você já sabe de onde são extraídas as pedras naturais para incrustar as suas belas joias, confira a seção de acessórios com pedrarias disponíveis na Toque de Joia, com certeza você vai encontrar opções que lhe agradam.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima